segunda-feira, julho 11, 2005

"Money makes the world go round"

As pessoas mudam... Há os que mudam para melhor e os que mudam para pior, fica ao vosso critério decidir. Os casos que se seguem mereciam uma tese de doutoramento, mas não tenho paciência para copiar meia centena de livros, portanto vai ser apenas uma breve apresentação.
X-file nº1 Júlia Pinheiro, agora numa fórmula dócil, qual ruminante pachorrento de Quinta, com os seus vestidos verde alface, continuado com os seus agudos sonoros que a impedem de ir visitar parentes ao hospital, para não alarmar os doentes, ligeiramente com problemas mentais graves, que se traduzem num impulso pouco ortodoxo de falar com burros e piúgas, e já agora que penso nisso, também com burras ou mulas*. Faz esquecer a outra Júlia Pinheiro, a da má língua ou mesmo do "é o elo mais fraco, adeus!", com a mesma acutilância de uma daquelas facas anunciadas na Tvshop que dão para cortar tudo. Que não sabia o que raio era a treta do politicamente correcto.
X-file nº2 Diogo Freitas do Amaral preferiu ser ministro e socialista, do que morrer fascista e sem poleiro. Deve ter um daqueles casacos que dá para usar dos dois lados.
X-file nº3 Herman José outro caso que parece sofrer de um problema degenerativo, desde que lhe deram liberdade para usar a água oxigenada que queria no cabelo e no programa que já não é o mesmo...
X-file nº4 Mário Jardel, sempre a falar na terceira pessoa, foi outrora um grande goleador no Porto, andou um tempo perdido pela Turquia e veio mais tarde para o Sporting fazer o que sabia fazer melhor: mergulho acrobático sincronizado... Marcou muitos golos e em vez de usar o talento que tinha para chegar a um grande clube ou para ganhar títulos, andou a fazer uma novela mexicana com o Sporting, daquelas onde as dobragens não acompanham a fala dos actores, achou-se o Leonardo Dicaprio na popa do Titanic e qual Jack afundou-se contra o iceberg e nunca mais foi visto, será agora porventura empresário de alterne com as suas conterâneas de Bragança ou mulher à dias em casa do maradona, ajudado-lhe a limpar o pó ou mais certamente deverá estar a aumentar a já farta barriga de cerveja num pagode do Sertão.

Ao que parece um pouco algodão transgéncio colorido a que se chamam euro terá feito a diferença…

* A diferença entre a burra e a mula é o porte, digamos que a mula é a parente pobre da vaca. A mula é uma espécie de alternadeira, enquanto a vaca é a prostituta chique com casaco de peles as manchinhas, a mula também tem manchas, mas isso é outra história. Enquanto que a burra será mais um estado intelectual...

4 comentários:

O Outro disse...

Grande Texto. :)

Lady Askani disse...

Grnade post este sim senhora :)
Beijinho

speak_easy disse...

Pois é, na vida tudo muda... até a surda muda!

Lady Heather disse...

Obrigado ;)